segunda-feira, 14 de março de 2011

Pó de Poesia



Poeira
Poesia
Palavras na poeira
Poesia em palavras
Palavras em pó

P
O
E
S
I
A

Palavras no vento
Palavras ao relento
Palavras... palavras...


Ianê Mello

8 comentários:

Ana Tapadas disse...

Lindo o poema visual, na sua etérea poeira.
Beijo

Ianê Mello disse...

Obrigada Ana. Grande beijo.

Albuq disse...

Poema vivo esse seu, belo.

IVANCEZAR disse...

Bela inspiração Ianê . No poema farinha abordo esse mesmo pó místico, profundo ... Bastante ausente tento aos poucos retornar ao convívio. Os 15 anos de minha filha sugaram bastante energia desde o final de 2010. Levamos ela para um passeio na Europa, que foi muito legal e depois preparamos uma festinha para os amigos dela, como convém à data. Bjs sulinos !

Nilson Barcelli disse...

Gosto sempre da poesia que fazes...
Boa semana.
Beijos.

Tatiana disse...

Ianê... que bom conhecer o seu blog e apreciar o seu rico dom!

Um abraço carinhoso

O Universo dos Pensamentos disse...

Belo... Parabéns!

Érico Cordeiro disse...

Olá, Ianê,
Gostaria de convidar você para as comemorações do segundo aniversário do blog Jazz + Bossa + Baratos Outros:
www.ericocordeiro.blogspot.com
Um fraterno abraço!