quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Canção Interior



Será dó essa nota
que escuto soar
ao longe, bem distante?

Como um gemido contido
...a alma desabrochar
lenta e mansamente

No silêncio
ao escorrer das horas
no quarto vazio

A dor que resvala
entre paredes
e tetos da casa

Essa nota insistente
em meu ouvido
seja noite...

seja dia...
ela persiste
sombria



Ianê Mello

9 comentários:

Leonardo B. disse...

[... da lágrima, nas minhas mãos que trazem e levam no tempo a terra que revolveremos à procura dum sinal, dum carreiro que nos leve ao interior da terra, dos regatos interiores que arrefecem a lava dos mundos de cada vez que uma lágrima se sepulta.]

um imenso abraço, Ianê

LB

Lara Amaral disse...

Há notas que desafi(n)am nosso ser.

Beijo, Ianê.

Marcelino disse...

Que belo texto, Ianê! Bom para ser lido com música ao fundo, a "Melodia sentimental" de Villa Lobos, na voz de Maria Bethânia.

Desengavetados disse...

Nota dó.
Essa é a nota quando temos a pena.
Bjos!

Andréa de Azevedo.

Ianê Mello disse...

Leonardo,

a inevitabiliddae da dor com a qual temos que conviver.
Deixemos que os momentos de alegria a suplantem.

Abracimenso, amigo, com os votos de um feliz natal e um ano novo promissor em realizações, com muita paz e maor.

Ianê Mello disse...

Há momentos que assim as sentimos, amiga.
Desejo um natal feliz e um novo ano com muita paz e amor em seu coração.

Grande beijo.

Ianê Mello disse...

Grata, Marcelino.
Linda a música da qual você lembrou.

Desejo à você e a sua família um feliz natal e um novo ano com muitas realizações e alegrias.

Beijos.

Ianê Mello disse...

Grata, Marcelino.
Linda a música da qual você lembrou.

Desejo à você e a sua família um feliz natal e um novo ano com muitas realizações e alegrias.

Beijos.

Ianê Mello disse...

Sim, Andrea, essa é a nota.
Grata pela presença.

Faço votos de um feliz natal e que o novo ano seja de muita paz e alegrias.

Beijos.