sábado, 19 de janeiro de 2013

CAIS DE MIM





A dor repouso num canto
o pranto enxugo com a mão
em poesia transborda o cantar
no encontro do verbo na ação

e de tanto desaguar em rio
sou mar de anseios perdida
mulher  entregue ao cio
só de (a)mares sinto a vida





Ianê Mello




(16.01.13)

*

Arte de Luiza Maciel Nogueira

Um comentário:

Iane Rubens de Mello disse...

E eu me encantei com seu desenho...
Fico feliz em contar com sua leitura e poder inspirar-me em sua arte, Luiza.
Bjs.