quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Despertar em mim


Beleza singular
Tão rara
Sutil transparência
Que resvala
Por entre véus
De nuvens
Pó de estrelas
Transcende a razão
E minha mente
Se abre
Num clarão
E de repente
Num brilho cintilante
Reluzente
Desvela a beleza
em meu ser.


Ianê Melo

Um comentário:

Felipe disse...

Perfeita pela simplicidade! ;-D