domingo, 23 de janeiro de 2011

MISTÉRIOS DO OLHAR





O olhar pode ser duro
como o aço
Pode ser claro
calmo e sereno
Pode ser
puro veneno
a castigar
Pode ser atento
ou indiferente
Pode tudo ver
ou nada enxergar
Quanto de amor
cabe num olhar
nos olhos do amado
a se derramar
Olhar que vê longe
Olhar que se esconde
Olhar que se entrega
Olhar fugidio
Olhar de tristeza
Olhar de alegria
Olhar perdido
Olhar que vagueia
Olhar objetivo
Olhar certeiro
Ah, o olhar...
quantos segredos
esconde
um simples
e singelo olhar.





Ianê Mello

3 comentários:

Albuq disse...

Engraçado é que o olhar pode dizer tudo ou não dizer nada, pode nos conduzir ou nos condenar... é uma voz silenciosa. bjs

Marcelino disse...

Faltou dizer q a o lhar q desvenda: o olhar do poema.

Ianê Mello disse...

Grata, Marcelino e Albuq pela presença e comentários. Bjs.