sábado, 24 de abril de 2010

Canção da Vida






Numa casinha escondida
a um canto do coração
lá a saudade mora
onde canta uma canção

Reviver tempos vividos
na beleza de outrora
Quisera poder relembrar
um pouco da minha história

Construída com muito zelo
por momentos bem vividos
e outros ainda por viver
pelo tempo corrompidos

Mas enquanto vida eu tiver
hei de viver cada instante
como se fora o único
pois o que se leva dessa vida
são os momentos intensamente vividos



Ianê Mello





11 comentários:

Machado de Carlos disse...

“Mas enquanto vida eu tiver
hei de viver cada instante
como se fora o único
pois o que se leva dessa vida
são os momentos intensamente vividos.”

Os pensamentos são seus, mas parecem que são meus!

(Posso criar um selinho para colocar seu link em meu blog?)

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Ianê
Realmente a vida vale pelos momentos felizes que vivemos. Por isso devemos aproveitar cada minuto, porque o tempo não volta.
Beijos

Ianê Mello disse...

Machado de Carlos,

que bom, meu amigo, que se encontrou em minhas palavras.

Claro que pode.

Se quiser usar um dos dois que já existem tambem pode.

Obrigada.

Grande beijo.

Ianê Mello disse...

Wanderley,

é, amigo, não volta mesmo...

Obrigada pela presença.

Beijos.

Insana disse...

Lindas palavras

Bjs
Insana

Machado de Carlos disse...

É muito bom ler um poema assim... Vivo... Sonoro...
Agora ficou mais fácil ler você, pois tenho seu selo e junto com o selo o link do seu blog. Obrigado pela autorização.

Sonhadora disse...

Minha querida
Lindissimo poema, a vida vale pelos bons momentos, os outros temos que esquecer...

beijinhos e o meu carinho.

Sonhadora

Ianê Mello disse...

Insana, Machado de Carlos e Sonhadora,

é com enorme prazer que os recebo aqui e fico feliz que tenham gostado.

Um grande beijo à todos e voltem sempre.

Rafael Castellar das Neves disse...

Ola Iane!

Estamos sempre nessa busca de uma vida melhor, mais vivida...descreveu isso muito bem!!

Bjo..

Ianê Mello disse...

Olá, Rafael!

Grata pela visita e comentário.

E a vida continua...

Bjo

BSP disse...

Saudações, Ianê.

Que blog espetacular! Já o acompanho há um bom tempo; fiz uma menção no meu bloguinho e espero não estar incomodando.

Seu trabalho só merece elogios. Parabéns!

Veja a menção:
http://dembsp.blogspot.com/2010/04/labirintos-da-alma.html