sexta-feira, 14 de maio de 2010

Verdadeiramente Nua


 

Escrevo como quem sangra
as dores de um sofrido coração
Não tenho cartas na manga
sou toda e pura emoção

Não sei fingir, nem mentir
palavras que não sinto
Tudo que posso é sentir
e prosseguir existindo

Se a dor é por demais profunda
encontro em mim  mesma a cura
Nesse meu querer, fecunda
a mais perfeita brandura

Amar posso com certeza
Tanto tenho de amor em mim!
Mas não existe grandeza
em terminar só, no fim

Quisera pudessse encontrar
amor semelhante ao meu
e as feridas cicatrizar
de um amor que já morreu.


Ianê Mello

11 comentários:

Wanderley Elian Lima disse...

Olá menina
Ser transparente as vezes nos causa problemas. O amor acontece quando menos esperamos, é só acreditar.
Beijos

Zélia Guardiano disse...

Lindo demais, Ianê!
Você sabe lidar com as palavras de forma magistral. Penso que falar de amor não é fácil... Pois você o faz muito bem!
Parabéns!

Um forte abraço.

Ianê Mello disse...

Olá, querido,

obrigada pela presença.

O amor acontece, esse não é o problema. A dificuldade está em mantê-lo,

Grande beijo.l

Ianê Mello disse...

Zelia,

sempree bom tê-la por aqui com suas palavras de incentivo e carinho.

Grande beijo.

Mai disse...

Escrever como quem sangra é dar-se até a exaustão. A escrita nos renova.

abraço e bom final de semana

marinaCavalcante disse...

Que poema bonito, Ianê!

Gostei mesmo... muito legal.
Principalmente nas partes que
seguem;

"Não tenho cartas na manga
sou toda e pura emoção[...]
Tudo que posso é sentir
e prosseguir existindo[...]
Amar posso com certeza
Tanto tenho de amor em mim!
[...]Quisera pudessse encontrar
amor semelhante ao meu
e as feridas cicatrizar
de um amor que já morreu."


-
Continua, continua que teus versos
nos encantam!!!

Abraço graaaaaande!

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Dizem que só o tempo... mas é dizer comum, não sei se é verdade, pois tempo já faz e as minhas 'indabertas'... :D

IVANCEZAR disse...

Ianê:
Poema com elevada capacidade de penetração - permeável - aos sentidos todos, inclusive , à alma ...

Juan Moravagine Carneiro disse...

Sempre tive para mim que devemos ter cuidado para não usar ferida para cicatrizar outra...

Abraço

Jairo Cerqueira disse...

Lindo, Ianê!
Uma mistura de: "conhece-te a ti mesmo" e "Torna-te verdadeiramente quem tu és".
Tenha um ótimo final de semana.

Ianê Mello disse...

Amigos,

belíssimos comentários, o que me deixou muito feliz em tê-los aqui e com vocês compartilhar meus sentimentos.

Francisco,

podes ter certeza que elas fecharão e deixarão apenas uma lembrança e mais força para ser o que és.

Grande beijo à todos.