sexta-feira, 28 de outubro de 2011

A Espera do Adeus




Amantes nunca deveriam
dizer adeus
quando o amor 
ainda sorri
ante seus olhos
quando a paixão
ainda queima
por dentro
quando a chama
do amor
ainda brilha
mas o adeus
espreita com olhos ferinos
os momentos 
mal vividos
vívidos na memória
calando desejos
desatando laços
rompendo nós
e a ausência se faz
no correr das horas rotas
no beijo não dado
na palavra não dita
no amor não revelado
nos insanos pecados
por nós cometidos
na crueza da realidade
na maldita rotina.






Ianê Mello

4 comentários:

Vanes disse...

Emoçoes... Todas possíveis!!
Amantes nunca deveriam
dizer adeus... Isso é bom demais!

Ianê Mello disse...

Olá Vanessa!
Feliz por sua presença aqui.

Bjs.

marlene edir severino disse...

às vezes,
pode ser sábio,
afastar-se antes que a última chama
apague...

Ianê Mello disse...

Tens razão, mas como saber se apagaria mesmo, se de fato é o fim...?
Pergunta que me faço.

Bjs.