quarta-feira, 18 de maio de 2011

Naquela tarde...







Naquela tarde chuvosa eu só precisava de um abraço,
um afago, um toque de mãos
Naquela tarde chuvosa era tudo o que eu precisava
e de meus olhos escorreriam lágrimas de chuva.


Ianê Mello

13 comentários:

Sandrio cândido. disse...

E quantas vezes basta um abraço
beijos Ianê

Dilmar Gomes disse...

Bela imagem bucólica deste post. Às vezes, precisamos de tão pouco que é muito.
Um grande abraço. Tenha uma boa noite.

Arnoldo Pimentel disse...

Existem tardes de chuva que temos apenas o abraço da própria chuva.Lindo texto e uma uma linda, gosto muito dessa imagem.Beijos

Solange disse...

saudade..Ianê..quanto tempo..
ultimamente estou debaixo dessa chuva..

bjs.Sol

Long Haired Lady disse...

as vezes precisamos de tão pouco...

Ana Tapadas disse...

Ah aqueles dias de ser menina que alguém cuida sem possuir...sem pedir nada em troca.
Lindo1
beijo

Ianê Mello disse...

Sandrio,
é tão pouco, não?
Bjs, amigo.

Ianê Mello disse...

Dilmar, meu amigo, pena que nem todo mundo entende o poder de um abraço.
Obrigada pelo calor da presença.

Grande abraço.

Ianê Mello disse...

Sim, Arnoldo, somente a chuva a envolver nosso corpo que treme...
faz parte da vida...

Obrigada por estar aqui.
Bjs.

Ianê Mello disse...

Sol, minha linda amiga. Também sinto saudades suas.
Entendo e sei o que é isso, querida...

Um abraço enorme.

Ianê Mello disse...

Long Hair Lady,
agradeço sua presença. Espero que volte.

Um abraço.

Ianê Mello disse...

Ana, minha amiga, captaste bem o momento. Aliás, a sensibilidade sempre foi sua companheira.
Obrigada, amiga.

Grande abraço.

Amanda Lemos disse...

Muito interessante o blog !
Deixo o meu aqui caso queira dar uma olhada, seguir...;

www.bolgdoano.blogspot.com

Muito Obrigada, desde já !