segunda-feira, 30 de maio de 2011

O Tempo e o Vento

Pintura de Gustave  " Laundry Drying "





O vento a soprar
roupas no varal
ao sabor do vento
que assovia mansamente
cálida manhã
frescor de lavanda
alfazema em flor
vida que se espalha
em verdes campos
serena e tranquila
o tempo que foge
das mãos
acalentando sonhos
simples cotidiano
placidez de estar


Ianê Mello

4 comentários:

Sandrio cândido. disse...

Gostei muito
beijos

Dilmar Gomes disse...

Querida amiga Ianê, gostei de belo poema musical. Lindo, Lindo, Lindo...
e além de tudo, lembra o grande romance de Erico Verissimo.
Um grande abraço.

A.S. disse...

Não posso dominar o vento... mas posso controlar as velas!


Beijos meus,
AL

Ianê Mello disse...

Obrigada, amigos. Que o vento lhes traga sempre esperança.
Bjs.