sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Cegueira da Ilusão

Pintura de Salvador Dali " Interpretações"


Reflexos de luz
Penunbra
Anjos e demônios
Se mesclam nas sombras
Luz difusa
Luz opaca
Singelos são os olhos
de quem vê
Puro o coração
de quem sente
A ilusão é uma marca
Indelével e imprópria
Para os olhos
que da cegueira
não conseguem se livrar




Ianê Mello


22 comentários:

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Ianê
Existem pessoas que preferem viver numa cegueira constante para não ter que encarar a vida.
Beijos

Marcelo Mayer disse...

dizem que o pior cego é aquele que não quer ver. mentira... se não o vê, já não tem como sair desta condição porque todo mundo tem mania de romantizar as próprias tragédias

Sonhadora disse...

Minha querida
Lindissimo poema. adorei.

beijinhos
Sonhadora

Adolfo Payés disse...

un poema inmensamente maravilloso.

Un placer leerte..

¨Hermoso cuando la poesía es todo en el sentir.. nace con amor la lectura..¨ Payés

Un abrazo
Saludos fraternos..

Que tengas in buen fin de semana..

Braulio Pereira disse...

oi amiga Iâne

adorei

amei tudo tudo.


lindo


beijos!!!

Maria Bonfá disse...

Ah! menina.. vc me emociona.. quanta coisas lindas vc tem dentro de si.. a poesia brota em seus poros. e a maneira que vc ve as pinturas me encanta..eu amo pintar.. faço aulas..mas vc as enxerga de uma forma que eu ainda não consigo.. está em seu sangue... beijão

reltih disse...

muy profundo tu tema. búsqueda en el interior.
un abrazo

Wanderley Elian Lima disse...

Olá amiga
Viver se iludindo, é realmente não querer ver a realidade das coisas.
Beijos

Adolfo Payés disse...

Una delicia de poema.. gracias por comaprtirlo..

Un beso.

¨Hermoso cuando la poesía es todo en el sentir.. nace con amor la lectura..¨ Payés

Un abrazo
Saludos fraternos..

Que tengas in buen fin de semana..

... disse...

bom poema, e optima pintura

Lara Amaral disse...

Que belo enlace de poesia e pintura.

Não conhecia essa do Dali. Amei!

Beijo, ótimo fim de semana!

Ianê Mello disse...

Agradeço à todos pela visita e pelos comentários.
Agradeço o carinho que aqui muitos expressam.
Desculpem-me não responder a cada um individualmente, pois realmente meu tempo anda escasso.
Voltem sempre, pois seus comentários só tem a me engrandecer.

Grande beijo à todos.

Ana Tapadas disse...

Poema belíssimo.
Beijinho

Ianê Mello disse...

Ana,

Obrigada. Vindo de você é um grande elogio.


Grande beijo.

IVANCEZAR disse...

Belíssimo poema, contemplando a fusão de elementos nobres . Volto após longo afastamento ,pois sofri um acidente nas férias. Mas está tudo bem agora ! bj

Ianê Mello disse...

Ivan,

obrigada.

Fico feliz em saber que você já se restabebeceu.

Grande beijo.

Gisela Rosa disse...

lindo espaço Ianê amplo e belo...
tem uma luz cá dentro....
beijo

Ianê Mello disse...

Gisela,

fico muito feliz com sua observação.

Tem luz cá dentro e dentro de você também, caso contrário não a captaria.

Grande beijo e volte sempe com sua luz.

Felipe A. Carriço disse...

O pior cego é o que não quer enxergar.

Ianê Mello disse...

Com certeza, Felipe!

Pepira disse...

Não enxergar e iludir-se só se escrevem diferentes.

Mas somados, constituem a criação cegueira e vida.

Parabéns pela arte.
Pedro.

Ianê Mello disse...

Grata pelo comentário e visita, Pedro.

Um beijo.