sábado, 13 de fevereiro de 2010

Em meio ao Caos







Coisas amontoadas, sobrepostas
Umas sobre as outras, empilhadas
Como coisas sem valor
que vamos jogando num canto
e depois se torna um amontoado de lixo inútil
que não sabemos que fim dar

Mas será que é só isso que significa
esse empilhado de coisas em nossa vida?
Ou falta-nos senso de organização
e uma pitada de sensibilidade
pra sabermos dar lugar as coisas

O tempo também é responsável por tamanha displicência
Pois para tudo falta-nos tempo
Torna-se mais fácil jogar tudo numa única pilha
como se não houvesse a mínima difrença entre as coisas:
de importância, de valor, de prioridade

Coisas amontoadas... O que são?
Devemos ter discernimento e sapiência
pra procurar dar-lhes o devido significado
e a devida  relevência que cada qual merece

Pois o que se amontoa, se sobrepõe
e, por vezes, encobre algo de grande valor
que deveria estar em lugar de destaque
e se confunde,  escondido entre os escombros

E nossa vida, o que se torna, uma casa em ruínas?
Com segredos guardados, amontoados uns sobre os outros
E como nos achamos nós em meio à esse caos?
Onde estamos nós?
Talvez perdidos, encobertos por coisas e mais coisas
que se sobrepõe sobre nós e nos pesam
e nos impedem de sequer nos movermos
Fazemos nós, então, parte desses escombros?



 Ianê Mello

6 comentários:

reltih disse...

la perdida de los valores humanos, es un básico para las demás decadencias.
besos

Marcelo Novaes disse...

Ianê,




Pra mim essa pilha tem cara de ressaca pós-festa. E a paisagem que sobre no dia seguinte...




Quando se ri demais [e se festeja...] por coisas de menos.







Beijo,
amiga.








Marcelo.

marinaCavalcante disse...

Bonito demais... inteligente. =)


"Talvez perdidos, encobertos por coisas e mais coisas
que se sobrepõe sobre nós e nos pesam"

E daí os valores? Se perdem em meio ao caos...

resgatemos, organizemos nossa mente, nosso corpo, nossa alma!

\o/

Abração, Ianê! Bom carnaval e
te espero em meu blog!

Adolfo Payés disse...

Hermoso


Un beso con cariño respeto y admiración..

Un abrazo
Saludos fraternos..

Feliz día de San Valentin..

Mai disse...

Modernidade e consumo. Entre monturos e desordem, consumimos ou somos consumidos?

Abraços, Ianê.

Ianê Mello disse...

Reltih, Marcelo,Marina, Adolfo e Mai,

A grande questão é não nos perdermos em meio ao caos.

Obrigadda pela visita e comentários.

Grande beijo pra vocês.