segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Linhas do Tempo




As marcas do tempo
que passa impiedoso
num rosto de mulher
Em linhas traça desenhos
de recordações vividas
Vívidas no rosto que as guarda
Puras em verdades reveladas
Num rosto de mulher
os vincos do passado
para sempre marcados
até o fim de seus dias
para que nunca esquecido
na casa da memória
faça morada a saudade


Ianê Mello

Em homenagem à Addiragram:
Foto de  Addiragram "Memórias?" 

17 comentários:

Adolfo Payés disse...

Te dejo mis mejores vibraciones de paz para estas fiestas..

Es un placer leerte..
Suerte en todo..

Un abrazo
Saludos fraternos..

Que tengas una maravillosa semana..

Ianê Mello disse...

Excelentes vibrações para você também, amigo.

Un abrazo.
Saludos fraternos.

Wanderley Elian Lima disse...

O tempo passa para todos e as marcas são inevitáveis, então, que sejam marcas de um passado feliz.
Beijos

Braulio Pereira disse...

que ternura..
obrigado pelo teu carinho tua visita me faz feliz.
adoro estar aqui no teu paraiso..


beijos meu anjo....
delicia de AMOR.

Ianê Mello disse...

Wanderley,

Você tem toda razão.Isso é o ideal,não?

Obrigada pela visita.

Beijos.

Ianê Mello disse...

Braulio,

Agradeço seu carinho.

Beijos.

Érico Cordeiro disse...

Ianê,
Como é que a gente faz prá votar na enquete?
É só clicar na poesia que já está votando ou tem que escolher. Bom, se tiver que escolher (olha que responsabilidade você jogou nas costas dos seus leitores - rs, rs, rs), votaria em:

- Homens taciturnos;
- Poesia que nasce pronta;
- O estrangeiro; e
- Na retina dos meus olhos.

E quando a antologia estiver pronta, informa prá gente.
Boa sorte!!!!

Brown Eyes disse...

A idade deixa marcas, marcas belas que mostram a vida de alguém que viveu. Apaga-las é como apagar anos de vida.
Beijinhos

Ianê Mello disse...

Erico,

que bom receber sua visita. ;)

Obrigada por ajudar nessa difícil tarefa, escolher quatro poemas para uma antologia...rsrssr

Sua escolha bate com a da maioria das pessoas. Isso é bom.

Claro que eu aviso!

Beijo grande.

Ianê Mello disse...

Brown Eyes,

é a nossa vida refletida.

Obrigada pela visita.

Beijos.

BORBOLETAS DE JADE disse...

SAUDAÇÕES AMIGA E NOVAMENTE ME DELEITO COM O QUE ENCONTRO AQUI.SE PUDESSE DEFINIR EM PALAVRAS O QUE SINTO, DIRIA "MAGNIFICO LAMPEJOS DE EMOÇÕES PARA MINHA ALMA".FICA NA PAZ, AMIGA.

Ianê Mello disse...

Gervasio,

obrigada pela presença e comentário.
Fico feliz!

Paz e luz pra você, também, amigo!

RMC disse...

Excelente y bonito texto
un placer pasar por tu casa
feliz semana
un abrazo.

Ana Tapadas disse...

Querida amiga.
Ando mesmo sem tempo...
Este teu poema é brilhante.
Mas...secalhar não fiz bem, porque deixei um poema, no desafio sobre religião - se editares as mensagens vês.
beijo

Ianê Mello disse...

RMC,

muito obrigada.

Volte sempre.

Boa semamna.

Um abraço.

Ianê Mello disse...

Ana Tapadas,

o tempo é sempre o vilão...rsrsrs

É claro que fez bem, querida, o poema é lindo.
Eu não o havia visto no rascunho para editar. Por que não postou direto?

Quando for assim , me avisa.

Grande beijo.

Sandra disse...

tEMBÉM PARTICIPEI DESSE MOMENTO COM O BLOG iNTERAÇÃO DE AMIGOS: http://sandrarandrade7.blogspot.com
Conto com a tua presença..
Sandra