sexta-feira, 9 de julho de 2010

Um Corpo de Mulher





Tua tez clara , alva como a neve
faz imaginar ao toque  maciez sem par
Seu corpo desnudo, insinuando suas formas
A mão nos cabelos vermelhos como fogo
Figura de mulher que prende o olhar

Mulher que sou admiro essa beleza
embora não a nível do desejo
Imagino um homem a observá-la
e minha imaginação dá voltas
Posso sentir o cheiro do amor no ar
... Ah.... como desejo ser amada assim.



Ianê Mello





OBS: Não deixem de conhecer esse maravilhoso pintor dessa tela " Guilherme de Farias ".

8 comentários:

Lara Amaral disse...

Seu poema é leve e belo como esta tela que muito apreciei.

Beijos.

Ianê Mello disse...

Obrigada, Lara. Visite o pintor. Não se arrependerá. Grande beijo.

nydia bonetti disse...

A pintura de Guilherme é mesmo fantástica, como os cordéis que ele escreve, Ianê. Um artista brilhante. E tua poesia ficou perfeita. beijos

Ianê Mello disse...

Não é maravilhoso? Por isso quis compartilhar com vocês . Grande beijo.

Juan Moravagine Carneiro disse...

Encantadoramente belo...

E que maravilhosa colagem!

abraço

Ianê Mello disse...

Juan,

obrigada pela presença e comentário. Bjs

Felipe Carriço disse...

As imagens traem. De vez em quando temos que nos libertar do que nossos olhos vêem e seguir o que realmente o coração sente.

Ianê, me permite uma sugestão?

Escreva um texto sem título e sem imagem. Faça algo inteiramente você!

Anna Amorim disse...

Ianê,

Tocada pela união da imagem e palavras que perfazem a homenagem a mulher e ao amor. Desejo convida-la a ler meu poema Mulher, uma homenagem a todas as mulheres.