quarta-feira, 3 de agosto de 2011

SEJA BEM VINDO





Vinde a mim a alegria
travestida de saudade
faça de mim porto seguro
abrigo para meu amado

Vinde a mim a saudade
travestida de amor
para que em meus braços
aplaque seu dissabor

Vinde a mim o amor
travestido de desejo
Para que como fêmea
não resista a seus ardis

Vinde a mim o desejo
travestido  do amado
para que num doce lampejo
adormeça sossegado



Ianê Mello


Crédito de imagem: Pintura de Salvador Dali

2 comentários:

Tatiana Moreira disse...

A poesia pura assim... Encanta a alma sedenta!
Um abraço carinhoso

Ianê Mello disse...

Obrigada, Tatiana, pela presença e comentário. Bjs.