sábado, 4 de junho de 2011

Fome De Amor




Encontrar-te em meu leito adormecido
Saciado de carinho e amor
Enche-me o coração de ternura antiga
Há muito guardada no sofrido peito


Homem-menino embalado em seus sonhos
Desejoso de muito mais que uma noite
Perdido e só que estava em sua vida
De pura fantasia inventada


Encontras agora, na mulher amada
A realidade em sonhos tão sonhada
Recoste em meu seio, doce amado
e nele sacie sua fome de amor.



Ianê Mello


2 comentários:

Eli disse...

Dulces versos...Saludos!!...Que tengas un bello fin de semana.

.......
....(_)
..(_)@(_)
.../(_)
.\|/.
☼ ☼ ☼ ☼ ☼ ☼ Eli.

Ianê Mello disse...

Eli,

grata pela visita e comentário.

Bjs.