sexta-feira, 24 de junho de 2011

FELICIDADE PLENA






brisa suave
paisagem bucólica
as copas das árvores
em sincrônico balançar
entoar de cantos
de coloridos pássaros
em bela sinfonia
grama fresca e úmida
onde o corpo descansa
o sol do céu a nutrir a terra
com sua raios de fulgor
vida simples, natural
sem tempo, nem hora
sem tique-tique do relógio
o singelo prazer de ser
a alegria de estar no mundo
onde somos todos iguais
feitos da mesma matéria
nós e a natureza que nos acolhe 
em seus braços maternais
pois que dela somos filhos
filhos criados no amor






Ianê Mello






Crédito da iamgem: Pintura de Francine Van Hove



3 comentários:

Dilmar Gomes disse...

Amiga Ianê, gostei muito deste poema bem escrito. Aprecio, de maneira especial, a poesia que fala da natureza. Este aqui, então, está divino.
Um abraço fraterno. Tenha um lindo finds.

Ianê Mello disse...

Estimado amigo, sempre presente. me perdoe se não comento com a mesma frequência em seu blog, mas saiba que adoro seus poemas. Peço até que poste-os com mais frequência no Livre Criar. Bj grande. Namastê.

Guará Matos disse...

Oi, tudo bem com você?
Como eu havia dito antes, estou afastado do Blogosfera por vários motivos, inclusive por conta do site “ABORDAGENS & IMPRESSÕES”/ http://abordagenseimpressoes.com/ que eu acabo de criar e publicar na Internet.
Gostaria de contar também com você por lá, acompanhe-o e também interaja comigo por lá.
Como todos nós sabemos, site tem uma dinâmica diferente do blog, é mais consultivo e informativo. É de maior abrangência, já que se pode explorar muito mais. O blog é mais direto e normalmente de temática única.
Me visite por lá e me siga. Vou gostar e ficar extremamente feliz e agradecido por mais esse voto de confiança.

Beijos.