sexta-feira, 1 de julho de 2011

REVELAÇÃO


Pintura de Francine Van Hove


Ao contemplar-me
em traçados diversos
sinto meu corpo
......a desnudar-se
na pureza dessa tela
e bela me imagino
no tempo que perpassa
e cada momento
único e sólido
em meus traços se revela
Em mim mesma
me refaço.






Ianê Mello




8 comentários:

Evanir disse...

Encontrei seu blog agora gostei muito de tudo que li e vi já estou seguindo você venha conhecer o meu cantinho se gostar seguir-me também .
Um lindo final de semana beijos no coração,Evanir

Insana disse...

Belo

bjs Insana

Ianê Mello disse...

Obrigada, Evanir. Iri sim.
Bjs.

Ianê Mello disse...

Obrigada, Insana. Bjks.

Anna Amorim disse...

Ianê,

Na continuidade do cotidiano a MULHER sempre em transformação.
A MULHER que fomos, somos, seremos.

Beijos,

Anna Amorim

Carla Jaia disse...

Lindo poema, Iane! Para lembrar de que contemplar não é apenas perceber, mas desfazer e refazer.

Ianê Mello disse...

Saudades, Anna! Que bom que apareceu!

Grande beijo.

Ianê Mello disse...

Boa leitura, Carla.
Obrigada pela presença.

bjs.