sábado, 19 de dezembro de 2009

Dor que oprime








Quando a dor bate forte

Não há mais em que pensar

Só na própria sorte.



Ianê Mello




12 comentários:

AnaMar (pseudónimo) disse...

Quando a dor bate forte, temos que ser mais fortes que a dor.
Bj

Braulio Pereira disse...

nao há dor..
sem agonia..
nem AMOR
sem poesia..



beijo..

Mirse Maria disse...

Belo, Forte e verdadeiro!

Parabéns, Ianê!

Desejo-lhe um Natal Feliz e um Ano novo cheio de ralizações abençoadas!

Beijos

Mirse

Akhen disse...

Ianê

Se a dor bate forte, só se pode ser forte perante a dor.
Eu sei que há dor que doi, magoando.

Paz e Luz no seu caminho

Ianê Mello disse...

AnaMar

Com certeza, amiga, é a melhor forma de lidar com ela.

Bejos.

Ianê Mello disse...

Braulio

Esse é o problema para nós que sentimos com intensidade.

Não é fácil...

Beijos.

Ianê Mello disse...

Mirse,

obrigada, querida.

Desejo-lhe um Natal muito feliz e um novo ano com boas surpresas e realizações de antigos sonhos.

Beijo grande.

Ianê Mello disse...

É verdade, Jim, só se vence a dor com muita força de vontade e, ao final, saímos fortalecidos.


Paz e Luz!

Felipe A. Carriço disse...

A versão antônima destes versos terminaria com morte.

Ianê Mello disse...

É, Felipe,tens razão.

Mas prefiro acreditar na vida.

Beijos.

O Renascimento da Vênus - Mamafrei disse...

Adorei seus poemas-tiro!

Rápidos e certeiros.

No livro: A arte de amar[Ovídio], vi a seguinte frase que a mim, mais parece uma oração: "A mulher é a fecha e o poema é o alvo."

Portanto, és uma flecha certeira cujos poemas conotam prática e perfeição...


Demorei, mas cheguei!

Um ótimo natal pra vc e um ano novo repleto de surpresas boas.

bjão!

Ianê Mello disse...

Mamafrei,

que bom que você gostou.

Gosto muito de fazê-los.

Alguns poemetos, alguns Hai-kais...

Para você também, querida, um natal iluminado e um ano novo repleto de Paz.

;)

Beijo grande.