quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Enraizados no Passado




Quando as raízes 
nos prendem ao passado
as recordações dominam 
nossos sentidos 
e não abrimos espaço 
para o novo por-vir.


Ianê Mello

14 comentários:

Vieira Calado disse...

1 emoção!

Bem atraente, o seu blog!

Beijinho

marinaCavalcante disse...

E inevitável é - muitas vezes -
não nos desvencilharmos destas tantas raízes... mesmo sabendo
o bloqueio que nos trazem.

É o chamado pensamento impenetrável (como já ouvi um
filósofo de buteco falar),
que, involuntariamente vem...
sem pedir licença, e nos tomam
absolutamente o pensamento.

- Abraços e espero sua visita!

Lara Amaral disse...

Tens toda razão. Sempre há algo sábio aqui para ler.

Beijos =).

Elaine Barnes disse...

Sem dúvida, é preciso esvaziar para o "novo" entrar! Muito bom Montão de bjs

Mirse Maria disse...

Belo, Ianê!

Absolutamente verdadeiro!

Parabéns!

Mirse

Adolfo Payés disse...

Todo un placer leerte.. Excelente Poema..

Te dejo mis mejores vibraciones de paz y amor para estas fiestas..

Es un placer leerte..
Suerte en todo..

Un abrazo
Saludos fraternos..

Felipe A. Carriço disse...

Dependendo da raiz, o que brota pode ser bom.

Ianê Mello disse...

Vieira Calado, seja bem vindo.

Fico feliz que tenha gostado.

Beijos.

Ianê Mello disse...

Com certeza, Marina, é difícil mesmo.

Beijos, querida.

Ianê Mello disse...

Obrigada, Lara.

Beijinhos com carinho.

Ianê Mello disse...

É isso, Elaine.

Muitos beijos, querida.

Ianê Mello disse...

Obrigada, Mirse.

Volte sempre.

Grande beijo.

Ianê Mello disse...

Paez,

sempre um prazer receber-te.

Saludos e besos fraternos.

Ianê Mello disse...

É fato, Felipe, você abordou por um outro aspecto.

Beijos.