terça-feira, 17 de novembro de 2009

Amor Pueril



O amor mexe com a gente
Nos tira do sério
Nos envolve em mistério
Em secreto mirar 

Nos deixa assim sem jeito
assim meio  no ar
Com um aperto no peito 
e doçura no olhar 

Com os pés fora do chão
e o corpo a levitar
como fosse um balão
que se vai  pelo ar

Será mesmo do amor
que estou a falar
ou será do clamor
de paixão similar?

Afinal mais parece
essa tal descrição
uma forma de prece
de criança em oração

Seja lá o que for
se paixão ou amor
Todos nós já sentimos
e, um dia, por ele sorrimos



Ianê Mello



13 comentários:

Marcelo Mayer disse...

quem dera se realmente amor fosse assim

Adolfo Payés disse...

Bello disfrutar tus post.. en este mundo de palabras que acarician el alma..

Un beso


Un abrazo
Con mis
Saludos fraternos

Marta disse...

Gostei muito do seu poema sobre o amor...
Com uma grande nota de esperança em que não se perca algures...
Obrigada pela visita...
Até já
Beijos e abraços
Marta

Everson Russo disse...

O amor é como ventania em folhas de outono, muda tudo de lugar, faz uma bagunça danada, mas é muito gostoso de se sentir...beijos eu linda terça.

Nydia Bonetti disse...

Iane, é assim mesmo. Se não toca, não toca. Mas quando toca... :)

Beijos!

Marcelo Novaes disse...

Ianê,



Sentimos isso, com certeza.


Alguma vez.





Beijos,









Marcelo.

Marcelo Novaes disse...

Ianê,



Gostei de ver que estás refletindo.


Já sentimos, sim.


Alguma vez.







Beijos,








Marcelo.

Ianê Mello disse...

Marcelo Mayer

O que será esse sentimento que descrevo?

Será amor ou paixão?

Todos nós já sentimos isso um dia,acho eu.
Uns uma única vez, outros, talvez até mais vezes.

É gostoso de sentir, com certeza, mas acho que é apenas uma etapa do relacionamento amoroso, em sua fase passional e como tal, passa. É fugaz.

O amor mesmo, transcende a isso, vai muito além. Cria raízes e permanece.

Embora seja raro de se manter, pois precisa ser cuidado e nem sempre sabemos como fazê-lo.

;)


Beijos

Ianê Mello disse...

Paez

Fico feliz por tocar sua alma.

Essa é a verdadeira essência da poesia.

Se minhas palavras tocam, estou no caminho certo.

Obrigada pelo carinho.

Un beso e un abrazo fraternos

Ianê Mello disse...

É verdade, Marta, que não se deixe de acreditar no amor, sabendo que, a princípio, a paixão pode nos dominar, mas é passageira.
Poderá ser apenas uma fase inicial de um sentimento maior e mais profundo que é o amor, no qual se transformará.
Ou, ainda, se perderá em si mesma e se consumirá.
Não importa...vivamos o momento, buscando aprender e alcançar esse amor maior.

Feliz em tê-la aqui.

Beijos

Ianê Mello disse...

Everson

A paixão é ventania
que arrasta tudo ao passar
O amor é brisa leve
é calmaria...

A paixão é gostosa de sentir,
mas ofusca a visão.
O amor revela.

Obrigada pela presença.

Beijos e linda semana.

Ianê Mello disse...

Nydia


Quando somos tocados pelo amor...é lindo!

É um prazer tê-la aqui seguindo comigo por esses labirintos.

;)

Beijos e Paz.

Ianê Mello disse...

Marcelo Novaes

Gostaria que lesse o que escrevi para o Marcelo Mayer,que está acima.

Ali, acompanhará mais um pouco a minha reflexão.

Como viver sem refletir, não?

A vida não tem sentido pra mim sem essa reflexão constante, pois é ela que nos faz crescer como seres humanos.

Esse binômio amor/paixão é bastante polêmico, não?

Gostei de te ver, mais uma vez, por aqui.

Seus comentários sempre enriquecem e complementam.


;


Beijos