sábado, 21 de novembro de 2009

A Delicadeza do Toque





Toque meu corpo
com dedos gentis
com cuidado e delicadeza
em toques  sutis
Como se fora um violino
que ao mais leve toque,
por força do destino
se possa quebrar
Pensa que a beleza
se esconde no toque
que abriga a sutileza
de um leve roçar
Carícia leve
que provoca na pele
um arrepio breve
e faz com que se sele
uma tímida promessa
que ao afeto impele
Sussurrando no ouvido
doces palavras
turvando o sentido
reacendendo  brasas

Ianê Mello


Ouça: Bach "Air on the g string"
 

2 comentários:

Solange disse...

adorei este poema..
mas, cá entre nós, que é bom uma boa pegada de vem em quando..ah isso é..rs
bjs.

Ianê Mello disse...

Solange,

of course, my dear...kkkkkk

Sutilezas...


Beijos