domingo, 25 de outubro de 2009

Menina-mulher




















Como no céu a clara lua
refletindo sua imagem na água
revela em sua alma que desnuda
singela beleza que flutua
na pureza de uma gota orvalhada


Mulher- menina- rosa
em seus encantos decantada
em verso e em prosa
musa inspiradora dos poetas
em belos poemas retratada



Ianê Mello



ouça: Nuvens são cambraias (Improviso)
poema: Li T’ai Po
tradução: Haroldo de Campos
música: Madan

http://literapurablog.blogspot.com


4 comentários:

Adolfo Payés disse...

Bello definitivamente,, son unos poemas excelentes..

Regresare siempre que pueda..

Un beso


Con un abrazo grande
Y mis
Saludos fraternos de siempre..

Ianê Mello disse...

Adolfo,

Agradeço sua visita e fico feliz que tenha gostado.

Volte sempre.

Abrazos.

Felipe disse...

Tudo muito idealizado... às vezes idealizamos isso tudo para no final descobrirmos que não era nada daquilo que imaginávamos! Hahaha xDDD Não é quebrar a cara... e sim... perceber que nem tudo que achamos o "melhor" é realmente o "melhor" para nós... Talvez para uma parte, somente.

Ianê Mello disse...

Lipe,

nem sempre a fantasia corresponde a realidade, mas, às vezes, pode se tornar real.


Beijos